quinta-feira, 12 de novembro de 2009

No Verde o cão deixou a sua marca….



Já tive um cão…aprendi a sair com o cão à rua. Sempre que o Wilye fazia as suas necessidades, eu prontamente com uma luva fornecida pelo município, existente nos jardins ou com um saquinho de plástico não me consentia que o meu amigo deixasse marcas na relva.
Lamento que haja senhoras e senhores, no meu bairro que levam os ditos à rua mas não são capazes de deixarem a relva limpa. Dizem que a m… é sinal de sorte, só que eu já a perdi muitas vezes, porque o cheirete é tal que não se aguenta quando temos o azar de pisar num poio.
A polícia, na ausência da municipal, também devia aplicar multas em tal situação, o que é pena mas só assim é que certas pessoas aprendem a respeitar o que é de todos. Mas antes da aplicação cega das multas importa sensibilizar as pessoas e arranjar WC para os “meninos e meninas”.
E já agora que falamos de multas, espero que a GNR de Carrazeda de Ansiães na próxima Festa da Maça não seja tão diligente a aplicar multas. Nesse dia, um pouco mais de tolerância não fazia mal nenhum. Qualquer dia até às festas não vem ninguém como medo da multa.