quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Maravilhas Naturais de Trás-os-Montes

"Os "maravilhosos" candidatos

Região com um total de 19 candidaturas às "7 Maravilhas Naturais de Portugal"

Depois das Maravilhas do Mundo,
de Portugal e das Maravilhas
de Origem Portuguesa no Mundo,
chegou a vez de eleger as “7 Maravilhas
Naturais de Portugal”. A
concurso encontram-se 323 candidaturas
e Vila Real assume-se
como um dos distritos com mais
candidatas, ao levar a concurso
dez maravilhas naturais. O distrito
de Bragança apresentou nove, a
maioria candidaturas do concelho
de Freixo de Espada à Cinta, com
um total de seis.
As categorias são as zonas protegidas,
aquáticas não-marinhas, marinhas,
as praias e falésias, os grandes
relevos, as florestas e matas e ainda
as grutas e cavernas.
No distrito de Bragança foram
seleccionadas as candidaturas do
miradouro do Penedo Durão, Arribas
do Douro das Escavadas ao
Carrascalinho, o Candedo, a Fraga
do Gato, o Cavalinho de Mazouco
e Muro da Abalona, apresentadas
pelo município de Freixo de Espada
à Cinta.
Macedo de Cavaleiros apresentou
a Albufeira do Azibo e Vinhais o
Parque Natural de Montesinho. Foi
ainda apresentada uma candidatura
multiconcelhos para o Douro Internacional
e Vale do Douro, ambas
seleccionadas para serem “Maravilha
Natural de Portugal”. Estas candidaturas
estão distribuídas pelas
várias categorias.
O Parque Natural do Alvão, espalhado
pelos concelhos de Vila Real
e Mondim de Basto, as Fisgas de
Ermelo, no concelho mondinense,
também vão a concurso, tal como
o Rio Poio, em Ribeira de Pena, e
São Leonardo de Galafura, em Peso
da Régua.
A Queda de Água “Cai d’Alto”, no
município ribeira-penense, e o Rio
Douro, em Peso da Régua, a Serra
do Larouco, em Montalegre, a Pedra
Bolideira, em Chaves, as Encostas
do Lugar da Veiga da Cumieira,
em Santa Marta de Penaguião, e o
Monte Sra. da Graça, em Mondim
de Basto, são as restantes candidaturas
neste distrito.
A próxima fase do projecto consiste
na criação de um painel de 77
especialistas, para chegar a uma lista
de 77 locais naturais pré-finalistas.
Posteriormente, 21 “personalidades”
do nosso país irão escolher as
21 Maravilhas finalistas que serão
apresentadas para votação pública a
7 de Março de 2010. Na lista final,
têm que estar presentes, no mínimo,
um candidato de cada região do
País. A decisão final caberá ao público
português que será o júri e no dia
sete de Setembro serão divulgados
os resultados das “7 Maravilhas Naturais
de Portugal”. É, portanto, o
“público” destes concursos, “o mesmo
que “elegeu” Salazar, provavelmente,
e elege o “ídolo pop”, que irá
escolher “As Maravilhas”, que são
sete, segundo o Mundo Antigo.
O evento conta com a organização
da New 7 Wonders Portugal
em parceria institucional com o
Ministério do Ambiente, Instituto
da Conservação da Natureza e da
Biodiversidade (ICNB), Liga para
a Protecção do Ambiente (LPN),
Quercus, GEOTA e National Geographic
Portugal, entidades que,
com esta eleição, muito vão contribuir
para a divulgação do património
natural português.
Sara Carvalho/
Ana Preto
Fonte:Mensageiro Notícias

Sem comentários:

Enviar um comentário